Menu fechado

Vídeo: Como Fazer Divórcio Litigioso e Divórcio Consensual, Advogado de Família


Divorcio Litigioso e Divórcio Consensual e a Partilha de Bens – Advogado Geovani Santos
www.geovanisantos.com.br
Escritório: (21)22539595
Celular (21) 99533-1362

O divórcio acontece quando o compromisso jurídico de união é encerrado, ou seja, ocorre a extinção do vínculo conjugal, passa a não mais existir.
*Atenção! A Separação Não encerra o Vínculo Jurídico, entre o casal.

“Litígio” quer dizer “briga”, ocorre quando o casal não se chega a um acordo, mesmo assim, no decurso do processo eles podem mudar de ideia.

Já o “Consensual”, é quando ainda há algum respeito e ambos consideram que um “Um Acordo é Melhor Que Uma Boa Briga”.

Já participei de dezenas talvez centenas de divórcio e separações, sempre busco restaurar o respeito entre as partes, pelo menos o mínimo, acredito que é impossível duas pessoal que se amaram tanto um dia, se casaram ou se uniram, e em muitas vezes tiveram filhos, possam se odeiam tanto assim.

Então colegas! Na em Advocacia busquem sempre o consenso, o acordo, mesmo que seus honorários sejam menores, mas você vai dar algo muito maior principalmente se tiverem filhos, A Paz e Esperança à essa família destruída pelas circunstâncias.

O Pedido do divórcio somente é feito pelos cônjuges.
Por exemplo! Vamos supor que um dos cônjuges sofreu um acidente ou foi acometido de uma doenças que o deixou incapaz. Nesse caso para realizar o pedido, somente um curador, de preferência os parentes mais diretos, pais, irmãos ou filhos dos cônjuges.

Motivos mais comuns de Divórcio.
Os mais comuns são: Traição (adultério), Violência Físicas e Morais, má conduta do parceiro, ociosidade, vícios.

Atenção! Você não precisa de um motivo para pedir o divórcio, a simples vontade de não mas querer conviver com a outra pessoa é o suficiência, não precisa justificar os seus motivos, mas ao decidir assim, consulte um advogado especialista, antes mesmo de deixar a sua casa, para não sofrer prejuízos nos seus Direitos.

Para esses tipos de situações o Advogado poderá se utilizar das chamadas: Medidas Cautelares que são processos especiais que visam resguardar previamente seus Direitos.

Dentre elas gostaria de citar para você:

a) Alimentos Provisórios: É a oportunidade da parte que for dependente economicamente do outro pedir ao juiz fixe um valor de pensão a ser pago ao cônjuge necessitado;

b) Separação de Corpos: Permitirá você se afastar do Lar e resguardar seus Direitos, para não soar que a culpa foi sua, podendo também acontecer o afastamento obrigatório de um dos cônjuges de casa;

c) Arrolamento de Bens: É a ação que permite listar todos os bens do casal e homologar judicialmente, assim garante que nenhum dos dois tentem vender algum bem visando prejudicar ou tirar vantagem do outro na divisão;

d) Medidas de Proteção – São aquelas previstas na Lei Maria da Penha, LEI Nº 11.340, DE 7 DE AGOSTO DE 2006 , com vistas a proteger a mulher que sofre violência doméstica.

Documentos Necessários
1. Documentos que demonstrem os rendimentos dos membros da entidade familiar do/a interessado/a, (por ex. carteira de trabalho, demonstrativo de pagamento, extrato de conta corrente);
2. Nome, RG e CPF do/a interessado/a;
3. Comprovante de residência atualizado do/a interessado/a, (por ex. conta de água, luz ou correspondência);
4. Nome, RG e CPF da parte contrária;
5. Endereço atualizado da parte contrária;
6. Certidão de casamento atualizada; (retirar no Cartório de Registro Civil em que foi realizado o casamento)
7. Certidão de nascimento dos filhos, ou certidão de casamento dos filhos maiores, se houver; (retirar no Cartório em que a pessoa foi registrada)
8. Boletim de Ocorrência, se houver;
9. Relação dos bens móveis que pretende partilhar, com as notas fiscais, se houver;
10. Certidão da matrícula, ou contrato/compromisso de venda e compra de bem imóvel, se houver; (Retirar a certidão de matricula no Cartório de Registro de Imóveis);
11. Termo de concessão de uso de bem imóvel, se houver;
12. • Documento de propriedade do veículo, se houver;
13. Cópia da sentença que fixou a pensão alimentícia, se houver; (retirar no Fórum)
14. Nome e endereço de 2 testemunhas, maiores de 18 anos, que tenham conhecimento de todos os fatos alegados, e que não sejam parentes do interessado.

Espero ter ajudado Você.
Até a Próxima.

Geovani Santos Advogado de Família no Rio de Janeiro
http://www.geovanisantos.adv.br/?acao=contato
Escritório: (21)22539595
whatsapp (21) 99533-1362

Ver no Youtube

27 Comentários

  1. Ruth Bernardo

    Doutor gostaria de tirar uma duvida,meu marido foi morar com outra ha mas de seis anos e nem fala comigo,meu divorcio deveria ser litigioso ne??mas ele mandou um advogado particular na minha casa p eu assinar os papeis concensual e eu assinei sem vontade,já faz mas de um mes e ele n me deixou copia de nada ,entao fui no foro e disseram q ainda nao foi dado entrada pois n tinha nada lá,temos dois filhos e ele já paga pensao na JUSTIÇA E NO FORO ME ORIENTARAM A DAR ENTRADA NA DEFENSORIA NO LITIGIOSO ANTES Q O ADVOGADO QUE VEIO AQUI DE ENTRADA ,EU POSSO FAZER ISSO??

  2. alexsandro irmao

    Bom dia. Meu amigo se divórcio e fala que perdeu o papel, e quer se casar novamente mais ele fala que não tem como porque perdeu o documento do divórcio. Aí eu gostaria de se a ausência desse documento impede dele casar, e se impede, como ele poderia está fazendo pra que possa recuperar esse documento e está casando?.

  3. Jucilene Silva Filgueira

    Bom dia Dr.
    Eu separei e meus filhos ficaram comigo judicialmente, só que tive que mudar da cidade que eu morava porque meu ex estava me persegindo e ameaçando, cheguei a fazer B.O contra ele pq já estava demais , meus filhos tem 16 e 14 anos e não quiseram vim comigo , ficaram lá com ele , mas eles querem vim morar comigo e o pai proíbe eles de viajar e pegar as coisas deles , não deixa eles ter contato com minha família, o que devo fazer ?

  4. Claudia Lima

    Doutor,bom dia! adoro os seus vídeos,por favor me responda ,me tira uma dúvida,eu tenho uma união estável com meu companheiro,a mais de 20anos,ele já estava separado de fato,,e. judicialmente,mas recentemente ele faleceu e não teve tempo de averbar o divórcio,eu passei mal,na hora de tirar o atestado de óbito,mas sua filha do outro casamento tirou o atestado de óbito,e colocou no atestado de óbito casado,e eu não gostei,como assim doutor? pode isso? Com eu posso fazer para tirar uma vez que eu tenho uma escritura pública com ele, não teria que vim,na certidão de óbito,a palavra separado?

  5. Cristina Lobo

    Bom dia doutor gostaria de saber .se é possível um dos cônjuge separar sem q o outro saiba? E ainda passar os bens dele bpra outra pessoa e ficar como q trabalha de carteira assinada com um salário mínimo.sendo q ele tem vários imóveis e dois carros motos e ainda tem uma amante q tem filhos da mesma idade do filho da minha irmã ou seja engravidou as duas ao mesmo tempo .se aproveitou q ela tava de resguardo pra divorciar escondido depois de 3 anos ela vai descobrir?

  6. Henrique Ferreira

    Pessoal falar com vc se vc me ajudar vai ser um anjo .Sabe conheço uma mulher ela está querendo divorcia mais o cara não que divorciar porem ele fica cobrando algumas coisas mais ela está pagando tudo certinho se ela está pagando tudo ele está propondo em cobra algo porém ela propôs pagar também mais esta demorando sair mesmo que está pagando certinho o que deve fazer logo para acabar isso logo e ela se separar logo

  7. Jana Marques

    Foi meu ex marido q deu entrada . Eu moro em São Paulo e agente casou em Pernambuco ele mora lá .então não tava presente na hora de eles pergunta se agente q permanece com nome de casada . Pós não quero, quero meu nome de solteira qual é procedimento q posso fazer me ajudar ?

Deixe uma resposta