Menu fechado

Veja o passo a passo de como fazer a doação de leite materno

Veja o passo a passo de como fazer a doação de leite materno

A doação de leite materno é simples e pode salvar vidas: um litro, que deve ser retirado após o bebê mamar, pode alimentar até dez crianças por dia. Alguns bebês internados em unidades neonatais, que não podem ser amamentados pelas mães, muitas vezes precisam apenas de 1 ml.

A preparação para doar é simples e não é preciso ter medo de ficar sem leite para o próprio bebê. Após a retirada, o corpo materno aumenta a produção. A mulher que amamenta tem menor chance de desenvolver câncer de mama e pode ajudar a salvar a vida de outras crianças. Confira o passo a passo e como fazer a doação:

Preparação do frasco
Não é qualquer recipiente que pode ser utilizado para armazenar o leite materno. São aceitos apenas os fornecidos pelo banco de leite humano ou os frascos de vidro, com tampa plástica, como os de café solúvel. A  regra é apenas que eles sejam higienizados antes. Pode ser por processo caseiro mesmo. A limpeza e a esterilização dos potinhos é relativamente fácil e deve ser feita da seguinte forma:

  • Lave o vasilhame de boca larga e tampa de plástico retirando o rótulo e o papel que fica dentro da tampa;
  • Coloque o frasco e a tampa em uma panela, cobrindo-os com água;
  • Ferva por 15 minutos, contando o tempo a partir do início da fervura;
  • Escorra-os, com a abertura do vidro voltada para baixo, sobre um pano limpo, até secar;
  • Feche o frasco sem tocar com as mãos na parte interna da tampa.

O ideal é deixar vários frascos já preparados. Eles podem ser armazenados em um outro recipiente com tampa.

Higiene pessoal
A higiene da mulher também é muito importante para evitar a contaminação do leite. Siga os passos:

  • Lave as mamas somente com água e seque-as com uma toalha limpa;
  • Lave as mãos e os braços até a altura do cotovelo, com água e sabão, secando com uma toalha limpa;
  • Use uma touca ou um lenço para cobrir e prender os cabelos;
  • Coloque uma fralda de pano ou uma máscara sobre o nariz e a boca.

Passos para retirar o leite manualmente
Para iniciar a retirada do leite, a mulher deve estar em um local calmo e tranquilo, que favoreça o processo. Pensar no seu bebê pode ajudar a saída do leite por causa da estimulação da ocitocina, hormônio responsável pela liberação do leite materno. Para iniciar a ordenha, a mulher deve:

  1. Escolher um local limpo e tranquilo;
  2. Sentar-se em uma cadeira ou sofá confortável;
  3. Evitar conversar durante a retirada do leite;
  4. Massagear as mamas com as pontas dos dedos, fazendo movimentos circulares no sentido da auréola, para o corpo.
  5. Segurar a mama de forma adequada, colocando o dedo polegar acima da linha em que acaba a auréola e os dedos indicador e médio abaixo da auréola;
  6. Firmar os dedos e empurrar para trás, em direção ao corpo;
  7. Apertar o polegar contra os outros dedos até sair o leite;
  8. Desprezar os primeiros jatos de leite ou gotas;
  9. Retirar o leite, posicionando o frasco debaixo da auréola. Após terminar a coleta, fechar bem o frasco;
  10. Realizar a retirada do leite até que a mama fique completamente vazia e mais maleável;
  11. Colocar um rótulo com seu nome e a data da retirada. Depois, reservar em um freezer ou congelador e levar o leite para o banco de leite humano;
  12. Se houver dificuldade em retirar seu leite, procure apoio no banco de leite ou Unidade Básica de Saúde mais próxima de você.

O frasco pode ser preenchido até dois dedos da borda. É possível usar o mesmo frasco para coletas diferentes. Para isso, o leite deve ser retirado e acondicionado em um copo de vidro devidamente esterilizado, conforme as orientações para higienização do frasco, e depois adicionado ao leite que está congelado.

  • iStock

    É preciso ter atenção com a higiene das mãos e dos seios e o armazenamento deve ser feito em potes de vidro

  • IStock

    Hospital oferece kit para armazenamento e recolhe o produto em casa, em qualquer local do DF. Material vai para a UTI Neonatal

  • GESP/A2img

    Possibilidade de cadastro na página da Secretaria de Saúde surgiu da necessidade constante de abastecer os bancos de leite para alimentar bebês internados nas unidades de terapia intensiva neonatais

  • Onde guardar o leite materno
    O leite acondicionado deve ser mantido no freezer ou no congelador da geladeira por no máximo 10 dias. Mesmo adicionando leite em dias diferentes, deve-se considerar o dia da primeira retirada. Nesse prazo, entre em contato com o banco de leite humano mais próximo, se informe sobre como transportá-lo ou a possibilidade de coleta em domicílio.

    Qual o momento certo de retirar leite para doação
    A mulher pode retirar o leite para doação a partir do nascimento do seu bebê, logo após cada mamada. Deixe o neném mamar o quanto desejar, e, somente quando ele estiver saciado, a mãe deve ordenhar o que restou para doação.

    É recomendado amamentar o bebê por dois anos ou mais, no entanto, até os 6 meses deve ser oferecido apenas o leite materno. Após essa data, a amamentação pode continuar, mas em complementação à alimentação saudável.

    Como começar a doar
    Quando a mulher decide doar leite materno deve entrar em contato com o banco de leite humano mais próximo da sua casa ou ligar para o Disque Saúde 136 para realizar o cadastro.

    Após o agendamento da visita da equipe do banco de leite, os técnicos explicam pessoalmente como realizar a coleta corretamente para não haver contaminação e verificam os exames do pré-natal que confirmam a saúde da mulher. O banco de leite também oferece máscara, touca e frascos de vidro para realizar a doação de forma higiênica.

    No banco de leite humano, o líquido é testado para verificar se não houve nenhuma contaminação. Após ser aprovado para uso, é distribuído. Confira quais os bancos de leite humano mais próximos para entregar a sua doação ou ligue para o Disque Saúde 136.

    Quando não fazer a doação
    A mulher não deverá amamentar o seu bebê nem fazer a retirada do leite materno nos seguintes casos:

    • Se estiver doente, conforme prescrição médica;
    • Se estiver tomando algum remédio;
    • Se estiver infectada com vírus de doenças graves, como HIV;
    • Se tiver consumido drogas ou bebidas alcoólicas;
    • Após ter um episódio de vômito ou diarreia.

    Com informações do portal Tua Saúde

    Artigo Original

    Deixe uma resposta