Menu fechado

veja 10 dicas de como fazer a manutenção do sistema

veja 10 dicas de como fazer a manutenção do sistema

A injeção eletrônica é um dos componentes mais importantes do carro que a maioria das pessoas só sabe que existe quando apresenta algum tipo de problema. Para não ficar na mão quando menos esperar, veja essas 10 dicas de como fazer a manutenção preventiva do sistema de injeção eletrônica e manter o carro sempre em dia.

Injeção eletrônica: veja 10 dicas de como fazer a manutenção do sistema do seu carro 
Injeção eletrônica: veja 10 dicas de como fazer a manutenção do sistema do seu carro

Sistema de Injeção típico

A injeção eletrônica é o sistema de alimentação de combustível e gerenciamento eletrônico do motor de um automóvel. Assim, sua utilização reduzir o índice de emissão de gases poluentes que poluem o meio ambiente.

O sistema de injeção eletrônica permite um controle mais adequado da mistura feita pelo pelo motor a fim de mantê-la o mais próximo possível da mistura estequiométrica (ar/combustível).

Isso se reflete em uma maior economia de combustível para o motorista, já que o motor trabalha sempre com a mistura adequada e também melhora o desempenho do motor.

Leia ainda: Carro elétrico x Carro à gasolina: veja qual é a melhor opção

Veja as 10 dicas de como fazer a manutenção preventiva do sistema de injeção eletrônica

1) O consumo excessivo de combustível ou falta de potência do motor pode indicar deficiência no sistema.

2) No painel da maioria dos veículos existe uma lâmpada de advertência (geralmente um pequeno motor em amarelo) que ao piscar ou permanecer acesa com o motor em funcionamento, indica alguma anomalia.

3) A manutenção preventiva do sistema de injeção poderá corrigir a formação de carvão na câmara de combustão evitando danos ao motor.

4) Quando houver dificuldade para fazer o motor funcionar pela manhã ou ele falhar/engasgar, é provável que o sistema necessite de limpeza e/ou de manutenção. Isso também é válido para carros com carburador.

5)  Não pise no acelerador de veículos com injeção para ligar o motor. É que após a partida ele inicia seu funcionamento um pouco mais acelerado e logo volta à aceleração normal.

Não faça “chupeta”

6) Cuidado ao fazer “chupeta” em carro com injeção eletrônica. Uma sobrecarga ou uma inversão de polaridade dos cabos da bateria pode danificar os componentes eletrônicos.

7)  Não lave o motor com jatos de alta pressão, pois isso pode provocar falhas no funcionamento do veículo e danificar os componentes eletrônicos.

8)  Faça manutenção preventiva do sistema a cada 30.000 km.

9) Os combustíveis aditivados ajudam a manter o conjunto da injeção limpo.

10) Não rode com o carro na reserva, pois como a bomba elétrica de gasolina fica dentro do tanque, é o próprio combustível que a resfria. Então, se ela esquenta muito, sua vida útil diminui. Além disso, com o tanque vazio todas as impurezas sobem para a injeção e podem entupir os bicos.

Veja também: O que fazer quando a temperatura do carro superaquecer?

Artigo Original

Deixe uma resposta