Menu fechado

Samsung posta vídeo no Twitter de como fazer uma verificação de vírus em TVs

MaisTecnologia

Segurança, essa talvez seja a coisa que mais nos preocupamos em ter e a coisa que talvez menos tenhamos. Isso por que estamos vivendo em uma era onde tudo está conectado, e todo mundo pode se descuidar e ser vítima de um ataque cibernético e ser levado a consequências horríveis. Depois de sermos receosos com os computadores vieram os celulares. Agora, talvez seja a hora de começarmos a desconfiarmos de nossas próprias TVs. E isso não é sem fundamento, pois até a Samsung aconselhou aos proprietários de suas mais recentes TVs a executar verificações regulares de vírus.

O que mostra que isso pode vir a se tornar um problema. A empresa Sul-coreana publicou um vídeo de instruções na conta do Twitter da Samsung Support USA. Neste vídeo, é demonstrado mais de uma dúzia de pressionamentos de botões de controle remoto necessários para acessar o submenu necessário para ativar a verificação.

Intenções

Tudo isso foi feito com a intenção de conscientizar as pessoas a se prevenirem de ataques por este meio também. Foi sugerido aos usuários para realizar o processo “a cada poucas semanas” para “evitar ataques de software mal-intencionado”.

Apesar das boas intenções, sabemos que nem todos podem estar de acordo com tudo. E a sugestão por si só, já surpreendeu bastante os especialistas em segurança cibernética. E estes mesmos apontaram para o principal problema que seria encontrado: o público dificilmente se daria ao trabalho.

A BBC News chegou a perguntar à Samsung se alguma ameaça específica havia provocado o aviso. Mas a empresa respondeu que havia sido “postada para a educação dos clientes”. No entanto, a empresa também excluiu a postagem mais ou menos na mesma hora. Mas ainda assim, o guia de vídeo de 19 segundos foi assistido mais de 200.000 vezes.

Por que?

A pergunta que ficou depois desse episódio, é se esse conselho é um aviso de problema em potencial ou uma pequena camada a mais de prevenção. Bem, o debate foi aberto, e até agora tem surgido vários argumentos para os dois lados.

Mas antes de entrarmos nesse assunto, temos que lembrar que as recentes TVs inteligentes da Samsung usam uma versão de seu sistema operacional proprietário, o Tizen, e muitas vezes vêm pré-carregadas com o software antivírus Security for TV da McAfee.

Com isso dito, temos que citar que um conselheiro de segurança descreveu o tweet como “um conselho sem sentido” que seria um “desperdício de tempo” a ser seguido. “Existe um pequeno número de malwares conhecidos que podem atacar uma TV”, disse Ken Munro, da Pen Test Partners.

“Eu vi um caso de uma infecção por ransomware, mas a perspectiva de isso acontecer para a maioria dos usuários é muito pequena. (…) Uma solução melhor seria a Samsung atualizar automaticamente seu sistema operacional para você.”

Para aumentar, um outro especialista previu que muito poucas pessoas, se alguma, provavelmente seguiriam o conselho.

“Tentar colocar a carga sobre os usuários assim não vai funcionar”, disse Scott Helme, do Security Headers. “No mínimo, a Samsung deve fornecer um aviso na tela se isso for realmente necessário.”

Por outro lado, o tweet fez com que alguns usuários apoiassem o Tweet como uma forma de alerta ao conectar uma televisão à internet. Sendo que a Samsung já tinha fomentado algumas dúvidas sobre a segurança de suas TVs inteligentes em 2015.

Nesta época, a empresa alertou os clientes a não discutirem informações pessoais na frente dos monitores, pois poderiam transmiti-las a terceiros. O que deixa um certo desconforto nas pessoas mais receosas quanto a tecnologia e segurança.

Enfim, agora temos outra grande fonte de rumores e teorias para a conspiração. Mas o que não podemos negar é que o perigo existe e é eminente. Claro que se prevenir é melhor do que remediar, mas a massa em geral não tende a ligar para algo que não tem provas de acontecer.

Fonte

Artigo Original

Deixe uma resposta