Menu fechado

Milhões ainda não sacaram cotas do PIS/PASEP; veja como fazer » FDR.com.br

Milhões ainda não sacaram cotas do PIS/PASEP; veja como fazer » FDR.com.br

Quase dez milhões de pessoas ainda não realizaram o saque dos recursos referentes às cotas de PIS/Pasep. O benefício é repassado para trabalhadores de todo o país. De acordo com dados do governo, contas representam 22 bilhões de reais.

Milhões ainda não sacaram cota do PIS/PASEP; veja como fazer
Milhões ainda não sacaram cota do PIS/PASEP; veja como fazer

O novo saque foi autorizado pela Medida Provisória 889/2019. A mesma MP que criou novas condições de retirada para o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Por meio do fundo PIS, é possível sacar as cotas referente ao tempo de serviço na iniciativa privada, dos anos de 1971 e 1988. Interessados podem sacar o dinheiro a qualquer momento.

Saiba também: Fim do calendário PIS 2019; até quando pode receber?

As cotas do PASEP também são destinadas aos trabalhadores que atuaram nesses anos mencionados, mas que serviram a iniciativa pública.

Anteriormente, no governo Temer os recursos foram liberados, mas o prazo do saque foi realizado por tempo determinado.

O benefício, por sua vez, não é destinado a todos os trabalhadores e é considerado diferente do abono salarial.

Como receber as cotas do PIS/PASEP

Para saber se há cotas do PIS/PASEP a receber, basta acessar o site da Caixa Econômica Federal. O trabalhador ainda pode baixar gratuitamente o aplicativo Caixa Trabalhador, disponível nas plataformas Android e IOS.

Aos que têm direito ao benefício devem realizar o saque em duas modalidades: crédito em conta, para trabalhadores com registro na Caixa Econômica Federal com movimentação nos últimos meses. E para quem não tem vínculo, o saque acontece apresentando documento de identificação pessoal com foto.

Além desse método, ainda é possível sacar por meio da cartão cidadão, aceito nas unidades Caixa Aqui e Lotéricas. O valor do PIS não se acumula, e caso não seja usado volta ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Para mais informações, interessados devem entrar em contato acessar o site da Caixa, indo até a função Consultar Pagamento. Para ter acesso, é preciso estar com o número do NIS (PIS/Pasep) em mãos.

Já no caso PASEP, os beneficiários podem consultar se têm direito ao benefício no site do Banco do Brasil para ter informações sobre o recebimento. Em agosto,o crédito para correntistas foi feito automaticamente nas contas-correntes.

Aqueles que não são correntistas têm a possibilidade de retirar o dinheiro no guichê ou por transferência bancária. Para isso, é necessário apresentar no caixa um documento de identidade com foto.

PIS/PASEP

Atualmente, o benefício é repassado todos os anos pelo governo a trabalhadores no valor máximo de um salário mínimo, correspondente a R$ 998. Vale ressaltar que as cotas são diferentes do abono salarial, que é pago anualmente.

Têm direito pessoas que trabalham com carteira assinada há pelo menos cinco anos. Atuaram em emprego formal por no mínimo 30 dias no ano anterior. ao calendário. Além de ter recebido até dois salários mínimos (R$ 1.996) por mês.

O valor de recebimento do abono salarial é proporcional ao número de meses trabalhados no exercício de referência.

Juan Gouveia é graduando em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). É redator do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças diariamente.

Artigo Original

Deixe uma resposta