Menu fechado

Madeira ebanizada é tendência na decoração! Veja como fazer – Casa Vogue

Madeira ebanizada é tendência na decoração! Veja como fazer - Casa Vogue

Quer mudar algum ambiente e não sabe como ou está com o orçamento apertado? A técnica de ebanização em madeira pode ser uma solução. O procedimento, que consiste em escurecer a madeira com óleo de nogueira ou betume (ou ainda outros) até chegar na tonalidade preta, pode ser uma opção para transformar móveis e pisos de forma mais barata. A técnica não é exatamente uma novidade na área, mas tem se mostrado muito requisitada. “Será tendência cada vez mais forte, por conta do aspecto natural e da praticidade”, afirma a arquiteta Beatriz Barbieri à frente do VOA Arquitetura junto com as parceiras de profissão Julia Zarouk, Marcella Greghi e Maria Pia Laloni. 

No entanto, para ebanizar as madeiras da sua casa é preciso se atentar a alguns detalhes. A seguir, confira algumas dicas dadas pelo escritório Voa:

1. Madeira ebanizada é melhor em qual estilo decorativo?


Em todos. Para as arquitetas, a madeira ebanizada combina com muitos estilos. “O importante é com o quê você compõe a decoração para não pesar, não ficar muito escuro”, ressalta Marcela Greghi. Vale ponderar onde ebanizar e pensar na proporção final da técnica com o resto dos objetos no ambiente. “A estética está buscando cada vez mais elementos naturais, isso torna o ambiente mais aconchegante, traz um diferencial”, complementa Beatriz. Outra dica de ouro é a mescla de madeiras claras e as ebanizadas no ambiente que, segundo o escritório, cria um contraste atraente.

2. No piso


“Boa opção para quem não quer ou não pode trocar o piso todo”, afirma Marcella. Ebanizar o chão, revestido em madeira, propicia mudança acentuada no ambiente e transmite uma elegância sem deixar de mostrar a matéria-prima. “Com essa técnica, também mostramos os veios da madeira”, complementa Marcella.

O cuidado a se considerar aqui é a limpeza, pois o acúmulo de poeira ou pelos claros de animais fica visível. “Apesar de ser escuro, a sujeira clara destaca muito”, pontua Beatriz. Outro alerta é sobre o acabamento. Para os que temem que a madeira ebanizada seja mais fácil de riscar, a profissional ainda pontua que um acabamento eficiente pode ajudar nisso. “É preciso colocar acabamento de alto tráfego. Assim o chão não fica marcado”, explica.

3. Nos móveis



Para quem não quer mexer na estrutura mais fixa de casa, apostar na técnica em alguns móveis é o ideal. Pode ser em cadeiras, móvel preferido do escritório VOA para rreceber a técnica. “É um toque para quem não quer mudar muito”, comenta Maria Pia Laloni. Ou mesmo uma mesa de jantar de seis lugares, que dá um destaque importante e pontual ao ambiente. 

4. Metragens enxutas

Em apartamentos pequenos, o uso da madeira ebanizada precisa ser mais cuidadoso para não escurecer completamente o ambiente e interferir na dimensão espacial. Para esses casos, o mais adequado, conforme o grupo de arquitetas, é focar em alguns detalhes da decoração. “Cadeira, móvel menor, mesa lateral ou de centro, porque se fizermos painel o ambiente irá parecer menor”, destaca Marcella. “Em aparador engatado na parede a decoração fica bem leve. Se for de estilo minimalista, pode colocar no piso”, complementa.

Acompanha tudo de Casa Vogue? Agora você pode ler as edições e matérias exclusivas no Globo Mais, o app com conteúdo para todos os momentos do seu dia. Baixe agora!

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

Artigo Original

Deixe uma resposta