Menu fechado

Dread: o que é, como fazer e como cuidar

Dread: o que é, como fazer e como cuidar

Os dreads, também chamados de dreadlocks, são um estilo de cabelo que trazem em si uma grande carga cultural. Apesar de ter sido popularizado por artistas jamaicanos como o cantor Bob Marley, esse visual já é utilizado há milhares de anos, desde a Idade Antiga.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Como fazer dreads

Os fios são emaranhados e enrolados em forma de cilindro, que podem possuir diversos tamanhos, cores e espessuras. Hoje em dia, não é preciso utilizar o próprio cabelo para a criação de dreads. Os chamados dreads removíveis são a opção temporária mais popular, mantendo o cabelo natural intacto.

Como Fazer Dread De Lã

De acordo com a dread maker e trancista Liza Tavares, os dreads podem ser feitos em qualquer tipo de cabelo, precisando apenas adequar a técnica utilizada com o tipo de fio que o cliente possui.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Tipos de dread

Ainda de acordo com Liza, há diversas maneiras de se fazer dreads. As mais populares são:

Dread de lã: O cabelo natural é trançado e, em seguida, encapado com fios de lã. Essa técnica é uma das opções removíveis, podendo durar em média três meses.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Foto: Reprodução/Pinterest
Foto: Reprodução/Pinterest

Dread de agulha: O próprio cabelo é embaraçado com uma agulha e enrolado, criando o formato de cilindro. Ele pode ser alongado com mechas de cabelo naturais ou orgânicos. Não tem prazo de validade, pode ser cultivado com as manutenções periódicas de 2 a 3 meses.

Foto: Reprodução/Pinterest
Foto: Reprodução/Pinterest

Dread de cera: Essa técnica é realizada com o próprio cabelo e com cera de abelha. Após os fios serem embaraçados, todo o comprimento é coberto com a cera, formando os dreads.

Foto: Reprodução/Pinterest
Foto: Reprodução/Pinterest

“Essa técnica não é tão utilizada. Como a cera não sai 100% a longo prazo, gera desconforto na hora da higienização dos dreads”, conta Liza.

Dread sintéticos: Essa técnica também é uma opção removível, mas a sua aparência é similar aos dreads feitos com agulha. O cabelo é trançado no estilo nagô, rente à raíz, e os dreads são encaixados nas tranças, podendo ser mantido por 3 meses.

Foto: Reprodução/Pinterest
Foto: Reprodução/Pinterest

Como cuidar

Há uma série de cuidados que devem ser tomados ao utilizar qualquer tipo de dread, garantindo um visual bonito por mais tempo.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

  • Lavar o cabelo uma vez por semana com shampoo anti-caspa
  • Usar água fria ou morna para a lavagem
  • Esfregar o couro cabeludo de forma delicada
  • Deixar o cabelo secar naturalmente
  • Não dormir com o cabelo molhado

Para evitar atrito na hora de secar os dreads, é aconselhável o uso de uma toalha de algodão, pois esse tipo de tecido não agride o cabelo, diminuindo as chances de causar frizz nos fios.

Usar dreads removíveis estraga o cabelo?

Mesmo quando o cabelo natural é encapado com os chamados fake dreads, ou dreads sintéticos, é natural que os fios sofram algumas consequências. Assim como ocorre com o uso das tranças box braids, é preciso se atentar aos cuidados recomendados pelos profissionais.

De acordo com o tricologista Leonardo Spagnol Abraham, qualquer peso ou tração adicional ao fio de cabelo pode provocar uma alopecia por tração, isto é, perda de cabelo nos locais em que a raiz fica mais tensionada.

Foto: shutterstock/A.J.Photos
Foto: shutterstock/A.J.Photos

“Pode ocorrer, não só com os dreads, mas também com extensões capilares e mesmo tranças muito apertadas nos cabelos. Pode ser reversível se a pessoa retirar o que causou a alopecia”, conta.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Se a alopecia for crônica, acontece a diminuição do volume do cabelo nos locais onde estavam os dreads ou extensões ao longo do tempo. Neste tipo, os fios de cabelo vão morrendo lentamente, a perda capilar é irreversível e pode demorar até 20 anos para acontecer.

Fotos para se inspirar

Dreads masculinos

Dreads femininos

Referências

Liza Tavares, dread maker e trancista no salão Lizafrica

Leonardo Spagnol Abraham, médico tricologista, coordenador do Departamento de Cabelos e Unhas da Sociedade Brasileira de Dermatologia, CRM-DF:18.513

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Artigo Original

Deixe uma resposta