Menu fechado

Dicas de como fazer compras com segurança na 44

Dicas de como fazer compras com segurança na 44

Com base em orientações da PM, Guarda Municipal, SMT e da Fiscalização Urbana, a AER44 elaborou algumas dicas simples, mas que podem fazer sua visita à região comercial mais tranquila

Com a expectativa de receber mais de 2,5 milhões de pessoas só neste mês de dezembro, a Região da 44 pode assustar quem não está acostumado a frequentar esse agitado polo comercial em Goiânia, formado por 12 ruas e 18 quadras. Só nesta última semana antes do Natal, a estimativa da Associação Empresarial da Região da 44 (AER44) é de receber cerca de 800 mil pessoas.

Uma das dificuldades mais óbvias que existem nesta época é o trânsito na Região, que tradicionalmente é mais intenso, até pela fato da proximidade com terminal rodoviário. Mas este ano o tumulto na circulação de veículos tem sido maior devido a várias obras em andamento. “Já estamos tentando negociar com a SMT [Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte] para que as interdições que estão sendo feitas impactem o menos possível no acesso ao pólo comercial”, explica Jairo Gomes, presidente da Associação Empresarial da Região da 44 (AER44).

Porém, mesmo com algumas dificuldades, a Região da 44 continua sendo a opção de milhares de pessoas que buscam presentes de fim ano com preço baixo e qualidade. Por isso, Com base em orientações da própria SMT, da Polícia Militar, Guarda Municipal e do serviço de fiscalização urbana do município, a AER44 elaborou e está divulgando algumas dicas simples, mas muito úteis para quem irá visitar o pólo de confecção e moda neste fim de ano. Confira:

Táxi, transporte por app ou ônibus – se puder, prefira usar alguns desses serviços de transporte, principalmente se o volume de compras que você for fazer não for tão grande;

Estacionamento – Mas se mesmo assim você preferir usar o veículo próprio, a dica da AER44 é ir bem cedo à região e usar os estacionamentos pagos na Região. Alguns estabelecimentos cobram por hora e outros pelo período do dia. Dessa forma você pode fazer suas compras sem se preocupar com multas, devido às várias restrições de estacionamento em vias públicas na Região, ou com risco de furto.

Roupas confortáveis – Com mais de 14 mil lojas disponíveis, a Região da 44 pode representar uma maratona de compras para quem se vê diante de tantas alternativas de estilos de roupas e vários outros tipos de produtos. Então a dica para quem vai à região é optar por usar roupas e calçados confortáveis, pois é bom se preparar para uma boa caminhada.

Cuidado com bolsas e celulares – desde o início do último mês de novembro, a Região da 44 tem recebido o reforço da segurança ostensiva oferecida pela Polícia Militar e pela Guarda Civil Metropolitana. Mas mesmo essa intensificação na segurança não dispensa alguns cuidados com pertences pessoais, em especial as bolsas, carteiras e celulares. Quem for para Região prefira o uso de bolsas pequenas e as mantenha sempre à frente do corpo, use carteiras no bolso da frente e evite usar o celular na rua. Se precisar usar o aparelho escolha um local mais tranquilo para fazê-lo.

Cartão de débito ou crédito – Evita levar dinheiro vivo e prefira sempre o uso dos cartões de crédito ou débito. Se precisar fazer algum pequeno pagamento em dinheiro opte pelos vários pontos de caixa 24 horas que existem na região. Mas faça saques de pequenas quantias ou no valor mais próximo do que você precisa para aquela hora.

Não vá só – Prefira ir sempre acompanhado de um outro adulto à região, essa é uma tática simples, mas que ajuda bastante em visitas à locais com grande aglomeração de pessoas. Enquanto um faz suas compras, a outro pode ajudar a observar quem possa ter más intenções. Se você não é de Goiânia e está indo pela primeira vez à 44, procure ir com um parente ou amigo que more na capital..

Crianças – Evite levar crianças pequenas e de colo, o ambiente tumultuado com muitas pessoas pode ser estressante para elas, sem falar que são motivo de uma atenção a mais que será preciso ter.

Alimentação – Todos os shoppings e galerias da Região da 44 têm boas opções de lanchonetes e restaurantes. Então se pretende ficar muito tempo no polo comercial não precisa levar lanches ou se preocupar com o almoço. Mas um alerta, evite os alimentos vendidos na rua que não sejam inspecionados pelo serviço de Vigilância Sanitária.

Chuva – Em Goiânia, nesta época do ano, são comuns a ocorrência de pancadas de chuvas, portanto, ir munido de uma sombrinha, guarda-chuva ou mesmo uma capa pode vir a calhar.

Troca – Embora recebe uma grande movimentação de compradores de varejo, a Região da 44 é um pólo comercial especializado no mercado atacadista, por isso suas lojas, em sua grande maioria, não fazem troca de produtos. Porém, muitos lojistas abrem exceções nessa época do ano justamente para atender melhor os clientes do varejo ou do atacarejo. Se isso ocorrer busque uma comprovação por escrito de que a loja irá fazer a troca caso uma roupa ou calçado não sirva.

Saiba a numeração – pelo fato das lojas na 44 serem mais voltados ao mercado de atacado, são poucas as que têm espaços para o cliente experimentar as roupas que escolhe, então saiba bem o número que veste ou calça, para evitar comprar algo que não irá servir.

Negocie – Nessa época do ano é grande a visita de compradores da Região da 44 que fazem suas compras na chamada modalidade atacarejo, que é quando se adquire uma quantidade maior de peças para uso próprio, visando aproveitar o preço de atacado. Muitas lojas da 44, inclusive, informam em suas vitrines os preços de atacado e de varejo. Mas se você é daqueles que pretende levar roupa para toda a família e para o ano todo, converse e negocie um desconto maior.

190 – A Região da 44 está sempre monitorada por policiais militares e guardas municipais, mas inconvenientes e pequenos delitos sempre ocorrem, portanto, em caso de alguma situação deste tipo acione o número 190 da Polícia Militar.

Artigo Original

Deixe uma resposta