Menu fechado

Como tornar seu skincare sustentável e eco-friendly – Revista Marie Claire

Como tornar seu skincare sustentável e eco-friendly - Revista Marie Claire

A batalha por conscientização ambiental não é de hoje, mas parece que finalmente as pessoas começaram a perceber que é essencial se importar com o planeta em que vivemos. Da escolha de marcas de moda éticas a intensificar a reciclagem, a maioria de nós está sendo um pouco mais crítica sobre nossas escolhas quanto a estilo de vida e desperdício.
“Como consumidores, acho que todos gostaríamos de sentir que estamos trazendo mudanças positivas. Às vezes, é difícil saber como fazer isso e entender o impacto que uma pequena mudança pode realmente causar “, diz Jo Chidley, fundador da Beauty Kitchen, marca inglesa cujo slogan é “estamos em uma missão para criar os produtos de beleza mais efetivos, naturais e sustentáveis do mundo.”
“Para mim, sustentabilidade é uma combinação de coisas. É como desenvolvemos e formulamos produtos de forma consciente, considerando o impacto ambiental de longo prazo que eles têm. Consideramos cuidadosamente a questão ética, a embalagem e a produção, e como operamos como um negócio sustentável como um todo. Os consumidores querem saber que você, como um negócio sustentável, realmente se preocupa com eles e com o meio ambiente”, conta Jo.
Com isso em mente, continue lendo para descobrir como você pode gradualmente empreender esforços para, aos poucos, tornar seu skincare mais sustentável.
Compre de marcas que seguem práticas ecologicamente corretas
De uma embalagem criteriosa a ingredientes sustentáveis, certifique-se de que elas cumprem os pré-requisitos para que sua única missão seja decidir quais produtos quer testar.
“Os consumidores costumavam pensar que natural significava comprometer qualidade, cheiro, textura ou, ainda, todos os três”, diz Jo. “Hoje, porém, nossos produtos se destacam em relação aos equivalentes sintéticos e realmente têm um ótimo desempenho – são eficazes, naturais e sustentáveis.”
Tenha certeza de que a marca é cruelty free e contra testes em animais
“O símbolo do coelho saltitante nas embalagens é uma garantia de que nenhum dos produtos terá sido testado em animais. Se você não o encontra nos produtos, pesquise”, diz Jo. “As marcas são muito eficientes para te contar sobre o trabalho que têm para serem mais sustentáveis e ecológicas. Por isso, se você não conseguir encontrar as respostas que procura, pergunte diretamente à marca. Nós amamos ouvir dos nossos clientes e, sempre que pudermos, responderemos perguntas e ajudaremos a fornecer informações que eles buscam.”
Comece com um produto e leve o tempo que precisar!
Se você está acostumado a uma certa rotina, o melhor é ir modificando os processos aos poucos, o que torna mais branda a transição para o skincare sustentável. Comece comprando apenas um produto sustentável para incorporar à sua rotina, depois a desenvolva gradualmente.
Que substituições fáceis por ingredientes sustentáveis você pode fazer?
“Entender que não temos um recurso infinito de ingredientes é uma parte importante da caminhada”, explica Jo. “Pense no óleo de argan, que já foi um ingrediente de nicho do Marrocos e agora é uma indústria em crescimento. Mas por quanto tempo pequenas comunidades podem trabalhar para atender a demanda? Árvores e ingredientes levam tempo para crescer e, para nós, é importante ter tempo e fazer as coisas da maneira certa. Trocar o óleo de Argan pelo de Abyssinian e usar produtos à base de extratos marinhos e algas é um ótimo começo. Esses ingredientes, quando crescem, transformam dióxido de carbono em oxigênio, e são verdadeiramente eficazes para a pele.”
“Você terá o mesmo efeito com os produtos, e também vai ajudar a garantir que os ingredientes permaneçam por muito mais tempo, já que serão sustentáveis – e, assim, o ciclo se torna renovável”, frisa o empresário.
Repense produtos que viram lixo
Lencinhos demaquilantes, algodão e cotonetes fazem parte da rotina de beleza de muitas mulheres. Mas você já pensou na quantidade de lixo que eles geram em sua produção e descarte? Os lenços, por exemplo, são feitos majoritariamente de poliéster, que pode demorar centenas de anos para se decompor. Por isso, já existem alternativas biodegradáveis à venda, e há, ainda, a possibilidade de usar shampoos neutros e água micelar, que tiram a maquiagem com água.
Já o algodão, apesar de compostável, envolve alto uso de água e agrotóxicos em seu processo produtivo. Como alternativa, podemos abolir seu uso em algumas situações: para passar tônico, por exemplo, o uso das mãos é suficiente – e eficiente. Há, ainda, discos feitos de crochê, que são laváveis e funcionam como substituição. Isso sem falar nos cotonetes com hastes plásticas: assim como os canudos, quando descartados de maneira incorreta, acabam nos oceanos e podem prejudicar a vida marinha. Há opções com hastes de papelão, cuja decomposição é menos agressiva à natureza.
Aqui, alguns itens de beauté para dar o primeiro passo na busca pelo skincare sustentável:

Condicionador Aromacologia Cuidado Nutritivo L’Occitane, R$ 95 (Foto: divulgação)

Hastes recicláveis Needs, R$5,99 (Foto: divulgação)

Lenços demaquilantes biodegradáveis da Bioderma, R$22,90 (Foto: divulgação)

Gel Hidratante Iluminador Vitamina C The Body Shop, R$ 139 (Foto: divulgação)

Óleo de Abyssinian da Beauty Kitchen, £12.50 na Feelunique (Foto: divulgação)

Gostou da nossa matéria? Clique aqui para assinar a nossa newsletter e receba mais conteúdos.

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js#xfbml=1&version=v2.6”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Artigo Original

Deixe uma resposta