Menu fechado

Como fazer uma boa apresentação para impressionar

Como fazer uma boa apresentação para impressionar

Saber como fazer uma boa apresentação é essencial para atrair a atenção de quem assiste, passar a informação necessária e não ser maçante. Em grande parte das empresas, esse tipo de recurso serve para treinar a equipe, passar comunicados e apresentar novos projetos aos clientes.

No entanto, fazer isso da melhor forma é sempre uma grande dúvida dos gestores. Inclusive, errar em algumas estratégias pode fazer com que o tempo seja perdido e a sua mensagem não chegue de fato para quem precisa. A boa notícia é que dá para otimizar suas apresentações, se atentando para algumas dicas simples. Vamos conferir a seguir:

Como fazer uma boa apresentação conhecendo o seu público

O primeiro passo é conhecer bem o seu público. Portanto, prepare bem o seu conteúdo e alinhe os fatores como a linguagem e o conteúdo que irá passar.

Se for uma apresentação interna, poderá conter assuntos mais relacionados ao dia a dia da empresa, quase sempre sem precisar de longas explicações sobre os processos, se não forem novos, claro.

Para fazer uma boa apresentação em uma reunião externa para clientes, por exemplo, é necessário uma atenção um pouco maior. Tenha certeza de que tudo está claro e conheça o tipo do seu público, se eles entendem os termos e referências que pretende utilizar.

Use elementos visuais

Slides são ótimas pedidas para ajudar na sua apresentação. Inclua conteúdos textuais, vídeos e imagens. Mas cuidado, isso deve ser apenas um apoio ou ponto para reflexão e não pode ser o conteúdo central da apresentação.

Domine o tema

Dominar o tema é muito importante. Para isso, o tempo de preparo é essencial. Estipule algumas perguntas que podem ser feitas durante e no final da apresentação. Deixe as respostas prontas em um slide extra ou memorize-as.

Use estratégias para descontrair o clima

Apostar em estratégias que quebrem o clima tão sério e linear das apresentações pode ser uma boa forma de manter a atenção do seu interlocutor. Você pode fazer isso com vídeos e imagens e depois fazer perguntas sobre o conteúdo.

Também é possível fazer comparações com exemplos reais, como contar uma história em que a sua apresentação se aplica. Como, por exemplo, explicar um problema que sua empresa vivenciou e como chegou na solução do mesmo ou um exemplo do dia a dia dos seus colaboradores se for um treinamento interno (mas atenção: tudo isso sem expor ninguém, ok?).

Ainda pensando nos seus espectadores, o bom humor também pode ser uma boa alternativa para ajudar a trazer ânimo para apresentação. No entanto, nunca exagerado ou de mau gosto.

Como fazer uma boa apresentação no tempo certo

Não há nada que comprove qual o tempo certo para uma apresentação, afinal, isso é algo multifatorial que dependerá de diversos fatores. Na prática, você já deve ter vivenciado experiências assim, como conseguir absorver cada detalhe de um filme de muitas horas, mas não aguentar assistir a um vídeo de poucos minutos.

Claro, em apresentações presenciais as pessoas não podem simplesmente sair porque cansaram e abandonar no meio do caminho. No entanto, a escritora Susan Weinschenk, autora do livro “Apresentações brilhantes” (Editora Sextante), defende que temos como janela temporal de 7 a 10 minutos, de acordo com ela, para prestarmos atenção total em alguma coisa e depois nosso cérebro precisará de um descanso.

Então, se tiver que fazer apresentações mais longas, considere estipular pequenos intervalos ou usar momentos de descontração, como citamos anteriormente, dentro deste período de tempo.

Gostou?! Estamos torcendo para você arrasar na sua próxima apresentação. Continue por aqui! Tem muito conteúdo bom sobre empreendedorismo, clique aqui e confira.

Artigo Original

Deixe uma resposta