Menu fechado

Como fazer um cronograma capilar para cabelos crespos

Boa parte dos homens que têm cabelo crespo devem saber que esse tipo de capilar proporciona uma grande variedade de penteados e cortes – permitindo adotar desde tranças nagô e dreads aos cortes com fades, por exemplo. Todos esses estilos, inclusive, ficam destacados nesse tipo de cabelo, já que o volume e o formato naturais dos fios crespos ressalta os detalhes. Só que, para que o cabelo fique estiloso e saudável, é necessário apostar no cronograma capilar a fim de manter os fios íntegros e sem problemas, como a quebra ou o ressecamento. Quer aprender a fazer um cronograma específico ao seu cabelo crespo? Então, veja todos os passos que reunimos na matéria abaixo!

1 – O que é e como funciona o cronograma capilar?

O cronograma é um calendário mensal de cuidados capilares organizados por semana, que devem ser adaptados de acordo com a necessidade do seu cabelo. Assim, a cada semana, você realiza três cuidados específicos para o cabelo em um intervalo de dois dias entre cada um eles. Então, por exemplo: em um período de segunda, quarta e sexta, você pode realizar uma hidratação,uma nutrição e uma reconstrução, respectivamente. Vale lembrar que estes cuidados vão variar de acordo com a necessidade do seu cabelo no momento. Confira o passo a passo a seguir.

2 – Hidratação serve para reduzir o frizz e ajuda a definir os cabelos crespos

O primeiro cuidado a entrar no seu cronograma capilar é a hidratação, destinada a repor a água que os fios crespos perdem com a poluição, ação do sol e até com as lavagens feitas com o shampoo. E sse primeiro passo é ideal para reduzir o frizz e a falta de definição nestes cabelos, tornando-os mais alinhados e fáceis de finalizar, depois de lavados. Procure por produtos que contenham na composição ingredientes como a glicerina, o pantenol, a aloe vera, mel e afins, pois todos esses ativos têm a função de depositar e reter as moléculas de água dentro da fibra capilar.

3 – Nutrição é o passo mais importante para o crespo, por distribuir a oleosidade ao longo dos fios

Por conta da curvatura dos fios, a oleosidade natural do couro cabeludo tem dificuldade de chegar até as pontas do cabelo crespo. Por isso, é comum que eles fiquem facilmente ressecados, com um toque áspero e poroso nos fios. E é aí que entra a nutrição, destinada a repor os óleos no comprimento e nas pontas dos fios, que não recebem este nutriente da mesma maneira como ocorre na raiz do cabelo. Faça uso de produtos que possuam ceramidas, manteigas vegetais, como a manteiga de cacau e a de karité, e óleos vegetais como o de coco, o de argan e o de oliva, dentre outros. Fazendo a nutrição, os fios se apresentam macios, com mais brilho e definição e dificilmente perdem os nutrientes que receberam com os tratamentos feitos.

4 – Reconstrução é indicada para crespos que passaram por processos químicos, como tintura ou descoloração

Seu cabelo é crespo e você aproveitou pra tingi-lo de uma cor diferente, ou até mesmo resolveu descolori-lo pra ver no que dava? Como esses processos químicos deixam a fibra capilar fragilizada, é necessário realizar uma reconstrução. O último passo do cronograma consiste na reposição de aminoácidos essenciais aos fios. Estes componentes atuam como um cimento nos fios, assim, eles tapam quaisquer porosidades que possam ocasionar a quebra ou existência de pontas duplas no cabelo. Busque produtos que contenham queratina, arginina, colágeno e afins, pois a presença dessas substâncias indicam que o produto é destinado à reconstrução.

Artigo Original

Deixe uma resposta