Menu fechado

Como fazer o ovo cozido perfeito: um guia visual

Como fazer o ovo cozido perfeito: um guia visual

Difícil pensar em algo mais simples que um ovo cozido. Ovo poché nem sempre dá certo, ovo frito faz sujeira, ovo mexido pode passar do ponto e virar borracha, e o omelete perfeito é um desafio até para chefs profissionais.

Mas até mesmo o simples ovo cozido exige uma certa precisão. Todo mundo tem sua preferência em relação à consistência da gema: alguns preferem mole e cremosa, outros, dura como uma pedra. (Mas ninguém gosta daquele anel esverdeado que aparece quando o ovo cozinhou demais.)

Então preparamos um guia para você!

Essa tabela mostra exatamente como vai ficar a gema do ovo dependendo do tempo que ele passar cozinhando ― seguindo o método descrito abaixo. (Se você preferir o método de “ferver a água, tampar a panela e desligar o fogo”, o guia abaixo não funciona. E a altitude também influencia o processo.)

Use o seguinte método para obter os resultados da tabela acima. (Usamos ovos tirados direto da geladeira, porque ninguém tem tempo para esperar eles chegarem a temperatura ambiente.) 

 

  • Primeiro, coloque os ovos numa panela grande o suficiente para acomodá-los numa única camada. (Recomendamos cozinhar no máximo seis ovos por vez ― mais que isso vai demorar muito para esquentar a água e há o risco de os ovos passarem do ponto antes da fervura) 
  • Cubra os ovos com água fria. Aumente o fogo até que a água esteja fervendo, depois abaixe para que eles cozinhem em fogo brando. Ligue o timer. E deixe a panela destampada.
  • Quando o timer apitar, tire os ovos do fogo e dê um banho de água fria para interromper o cozimento.

 

Segundo o guia de 2007 do French Culinary Institute, esses são os tempos tipicamente usados para fazer ovos de gema mole, média e dura, usando o método acima:

 

  • Gema mole: 3 minutos
  • Gema média: 4 minutos
  • Gema dura: 10 a 11 minutos

 

Confira a tabela para saber exatamente quanto tempo deixar seus ovos cozinhando.

 

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.

Artigo Original

Deixe uma resposta