Menu fechado

Como fazer drenagem linfática em casa

Como fazer drenagem linfática em casa

A drenagem linfática é uma massagem que promove a eliminação do inchaço corporal,  combate os efeitos da celulite, ajuda na perda de peso  e diminuição da barriga, seus benefícios são incontestáveis.

Esta massagem estimula o sistema linfático a trabalhar de forma mais acelerada, além de ativar o sistema imunológico, o resultado é que o organismo elimina mais rápido líquidos e toxinas.

Um estudo publicado no Journal of Alternative and Complementary, indica que a drenagem linfática estimula a liberação de serotonina, o hormônio do bem-estar, além de reduzir a pressão arterial e a frequência cardíaca.

Quer aprender a fazer a drenagem linfática em casa  e conseguir resultados surpreendentes ?

Siga as orientações de especialistas de como realizá-la:

Preparação

Antes de começar a fazer a drenagem linfática manual é necessário fazer uma esfoliação corporal, massageando a pele de forma circular e suave para ativar a circulação local.

Banho

A água morna estimula a vasodilatação,  por este motivo é melhor fazer a massagem após o banho, além de facilitar a penetração dos cremes ativa a circulação e relaxa o corpo.

Cremes

Cremes e óleos facilitam os movimentos das mãos no corpo  e diminui o atrito, os mais indicados são os que possuem princípios ativos que ajudam a melhorar a circulação e combater a celulite, tais como,  cafeína, guaraná, ginkgo biloba, cavalinha e centelha asiática.

Use uma quantidade pequena de creme ou óleo, primeiramente espalhe nas mãos e em seguida aplique na área desejada, assim ele ficará quente e facilitará a aplicação.

Veja em nosso site:

Tratamento Caseiro Para Diminuir A Celulite

A Couve Pode Ser Sua Maior Aliada Na Alimentação, Rica Em Cálcio E Anti-Inflamatório

5 Dicas Para O Bumbum Perfeito

Áreas específicas para a drenagem linfática

A massagem pode ser feita nas pernas, nos braços, no tronco, no rosto e principalmente  na barriga, são áreas específicas que apresentam gânglios linfáticos, que ao serem estimulados aceleram o processo de drenagem e perda de excesso de líquido corporal que causa inchaço e edema.

Movimentos drenagem linfática

A drenagem manual não exige um movimento forte a ponto de machucar a sua pele, os movimentos circulares devem ser feitos com o polegar e as pontas dos dedos e em forma de conchinha com a mão, os movimentos devem ser lentos e de leve compressão, como se estivesse bombeando a pele.

Para massagear a região das coxas, posicione as mãos nas virilhas e pressione os gânglios três vezes, em seguida, deslize as mãos oito vezes na perna direita do joelho à virilha e com as as mãos sobrepostas, pressione a parte interna das coxas (de baixo para cima). Repita os movimentos nas duas pernas.

Com movimentos as ascendentes massagear a perna até a fossa poplítea (parte posterior do joelho) e da coxa até a virilha.

Com os punhos cerrados, deslize as mãos do joelho para cima oito vezes, aperte três vezes a parte de trás do joelho, em seguida, escorregue as mãos do pé até essa região por dez vezes. Repita o movimento indo dos pés até as virilhas. Faça o mesmo na outra perna.

Na barriga os  movimentos circulares devem ser feitos até a virilha.  Com as mãos sobrepostas, faça movimentos circulares ao redor do umbigo por cinco vezes, em seguida, dê beliscões em toda a barriga para estimular a queima de gordura.

Pressione as mãos nas laterais da cintura e vá deslizando com uma pequena pressão até o centro do abdome,  faça isso por cinco vezes para afinar a silhueta, em seguida dê alguns beliscões nos dois lados para estimular a perda de gordura.

Para o abdômen os movimentos devem ser realizados de cima para baixo, seguindo o caminho da linfa abdominal.

Nos braços e no tórax, os movimentos devem ser ascendentes até as axilas. Segure o cotovelo e em movimentos firmes deslize em direção ao ombro, repita por oito vezes em cada braço e por fim, pressione três vezes a dobra da parte interna de cada braço.

Para a área do pescoço, posicione os braços cruzados e com as mãos espalmadas, aperte as saboneteiras três vezes para estimular a captação da linfa pelos gânglios,  massageie a axila esquerda com a mão direita e vice-versa.

Períodos da drenagem linfática em casa

Os períodos vespertino e noturno são os mais adequados para a drenagem, pois libera as toxinas e retira o líquido do corpo acumulados ao longo do dia.

Periodicidade

Para se obter um resultado interessante o ideal é fazer a massagem duas ou três vezes por semana e quatro minutos (de manhã e à noite) é tudo de que você precisa para conseguir o efeito adequado da drenagem linfática.

Mantenha uma rotina das massagens e perceba os resultados progressivamente, lembre-se  que os resultados não são obtidos na primeira sessão e sim com dedicação e disciplina.

Artigo Original

Deixe uma resposta