Menu fechado

Carteira de Trabalho Digital – Como Funciona, Como Fazer • Agência Notícias

Carteira de Trabalho Digital – Como Funciona, Como Fazer • Agência Notícias

A Carteira de Trabalho ganhou uma versão digital. Confira como passa a funcionar.

Para quem ainda não sabe, a Carteira de Trabalho em sua versão de documento em papel já foi substituída pela digital desde 24 de setembro. Desde o ano de 2017, o aplicativo já existe, porém somente passou a fazer a substituição do documento físico após a regulamentação realizada há menos de um mês. Vale lembrar que a medida integra a Lei da Liberdade Econômica, que estabelece as garantias relacionadas ao livre mercado. A medida foi assinada em 20 de setembro pelo presidente Jair Bolsonaro. Para o empregador que utiliza o sistema virtual para a prestação de informações previdenciárias, fiscais e trabalhistas, eSocial, é importante ressaltar que não é necessário fazer qualquer anotação na Carteira de Trabalho na versão em papel. E para o trabalhador, logo no momento da contratação, é preciso informar o número do seu Cadastro de Pessoa Física (CPF).

Tanto os contratos de trabalho novos como os já existentes, bem como anotações de férias e salários, serão feitas eletronicamente. Para o trabalhador, basta acompanhar as mudanças em qualquer lugar pelo próprio aplicativo disponibilizado ou pela internet. Precisa de mais informações sobre como fazer para ter acesso a sua Carteira de Trabalho Digital? Então confira as dicas a seguir.

Como acessar a Carteira de Trabalho Digital?

Para ter acesso à sua Carteira de Trabalho Digital, é muito simples. Inicialmente, é necessário ter um cadastro no sistema do governo, acessando acesso.gov.br. Feito isso, basta informar os seus dados pessoais, como nome, CPF, nome da mãe, data de nascimento e o seu Estado de nascimento. Após, a página direciona o usuário para um questionário com um total de cinco questões sobre a sua trajetória de trabalho. Uma vez respondidas as perguntas, será enviado uma senha temporária, sendo necessário trocá-la já no primeiro acesso.

Seguindo essas etapas, a carteira de trabalho já estará disponível no app Carteira de Trabalho Digital (para Android e iPhone) e no link https://servicos.mte.gov.br. Para fins de contratação, a versão digital não utiliza o número de Carteira de Identidade. Por isso, o número chave do CPF é o suficiente.

E para quem não possui Carteira de Trabalho?

De acordo com informações da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, aquele cidadão que já possui um CPF em seu nome automaticamente terá uma Carteira de Trabalho Digital. Por isso, não é necessário solicitar a emissão de documento. E para aqueles que nunca trabalharam com um registro em carteira, a documentação somente aparecerá com os seus dados pessoais para qualificação civil.

Cadastro no site e aplicativo não funciona?

Se esse for o caso, é necessário que você vá até o seu banco, em uma unidade do Ministério da Economia, no Banco do Brasil ou nos caixas eletrônicos da Caixa.

E a Carteira de Trabalho de papel?

Para aqueles que já possuem o documento em formato impresso, é necessário guardá-lo para eventuais necessidades. Isso porque o mesmo continua sendo fundamental para a comprovação de seu tempo de trabalho, já que o sistema eletrônico poderá apresentar inconsistências e falhas na coleta dos dados.

Empregador pode exigir documento em papel?

O empregador pode exigir a versão impressa da Carteira de Trabalho do contratado quando ainda não utiliza o eSocial. Se você não possuir o documento físico, poderá solicitá-lo mediante um agendamento pelo telefone no número 158. A estimativa da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho é de que todos os empregadores tenham e utilizem o eSocial até o fim do ano de 2020.

Dados errados: como corrigir?

Alguns erros em dados podem ocorrer para os contratos mais antigos de trabalho, pelas divergências entre o que está nas bases de dados e registrado no papel. Se for identificado algum erro em seu cadastro, não é necessário comparecer em uma unidade para atendimento. Isso porque os sistemas geram os dados da carteira digital de forma constante, atualizando as inconsistências. Assim, as informações são corrigidas de forma automática. Já em outros casos, são realizadas campanhas que corrigem as mesmas. Se os erros se referem à dados que são posteriores ao mês de setembro de 2019, informe e peça a correção para o seu empregador.

Por Kellen Kunz

Carteira de Trabalho Digital

Artigo Original

Deixe uma resposta